29 abril, 2010

28 abril, 2010

se eu gostar de ti, não te preocupes, eu resolvo o assunto!

25 abril, 2010

transpiramos a nossa vida

21 abril, 2010

20 abril, 2010




estive no MUDE
Tica♥

18 abril, 2010

*

É tão fácil cair numa desilusão, mas é tão difícil de acordar dela. Não digo que foste apenas mais uma, mas foste a pior delas todas. Medo de nao conseguir crescer contigo, medo de me prender de novo e mais ainda, medo de cair num sitio demasiado profundo, já nao estás presente, como sempre estiveste, já nao vives para ajudar, já nao vives para amar, porque? Se achas que simples palavras mudaram tudo, porque uma, nao pode fazer voltar tudo ao início? É demasiado difícil engolir tudo, mas é fácil passar despercebido. Não é por ser assim e assim, é por que acho o certo, esquecer, para nao ter de pensar numa solução. É terrível, ter de ver tudo a seguir em frente e ver tudo o que passou por detrás, dum sorriso cínico, de uma palavra triste, de um olá distante, custa ver que tudo mudou.
Tornaste-te naquilo em que tinha mais medo, naquilo em que tinha medo de sentir. Não digo que já não vales nada, acredita que vales o mundo, mas para mim será sempre assim, aquilo.

Um amo-te Sincero.

15 abril, 2010

somos tão bons quando somos reais.

13 abril, 2010



Hoje ficamos por aqui *

12 abril, 2010

vou perder-me assim que te encontrar, meu amor.

09 abril, 2010

"Há coisas, como o álcool e os livros, que continuam boas. A morte é mais aborrecida."
O amor é velho, senta-se
no escuro, prefere não saber
a medida do tempo. O amor?

Talvez nem sequer fizesse
parte do nosso vocabulário.
Mas apenas ele nos chama,
às vezes, para tão perto
de nada. E aceitamos, claro,
essas mãos vazias, um grito
que consiga prolongar a noite.

Perdeu-se, no entanto,
a emoção.


D.G.

(pertence ao meu coração)

05 abril, 2010

video
"sou o amor que não ousa dizer o nome"
O. W.
transpiras aquele teu cheiro de melancolia inconsciente